É claro que na Vénus de crinolina, a picadela mais satírica tinha de estar ainda mais escondida.

Num pequeno quadro lateral, paralelo a outro com classificação de exotismos, sobrou piada seca para “queer” de estimação:

Monsieur Desnoyer- dançarino da moda, aparece vestido com tutus de bailarina, rodeado de borboletas e libelinhas- à delicada composição, chama-lhe Hogarth- “Insectos”.

Pois são. Tenho uma; também há quem lhes chame “viuvas da noite” o que é lixado. Dizem que o perfume intenso pode matar maridos
ahahaha
Mas o nome da planta foi copiado da semelhança com as crinolinas.

são estas não é?

quanto aos quadros meu Deus que terrível que teria sido viver naquela época, cheios de tralha por tudo quanto é sítio!

Comments are closed.