De’il gie you colic, the wame o’ ye, fause thief daur ye say Mass in my lug?

Confirmei recentemente a certeira análise do Max Weber ao associar o Protestantismo com o capitalismo do Norte da Europa.

Aquilo que ele não podia prever é que esse “cristoinismo” também se dissolveria em causas fracturantes, num camuflado ateísmo militante em que a meta é transformar templos em pubs e locais que ainda são de culto, em festivais de badalhoquice mais alargada.

Em Edimburgo, durante o mês de Agosto não se podia visitar um único templo que tenha sobrado como património e espaço religioso.

A maioria está transformada em sala de espectáculos e, quando não está, como é o caso da catedral de Saint Giles, mais valia que estivesse, já que aquela “música de órgão” em “estereofonia grunge” até deve ter feito desaparecer Cristo e a cruz, e algum crente mais incauto.

1959_preacher_people_1B_web_side-e1422640973512

Interior de Saint-Columba-by-The-Castle em 1959

Ao tentar espreitar o que restaria do interior da igreja de Saint-Columba’s-by-the-Castle foi-me travada a entrada. Se quisesse, o mais que poderia fazer era comprar o bilhete para o espectáculo e aproveitar então a ocasião para ver um pouquinho.

É claro que nem perguntei que raio de espectáculo era, mas apenas lhes disse que o património não é propriedade de artistas ou pastores de vaudeville e que ia ver mesmo- “I’m gonna see that church, believe me”- foi suficiente para perceberem que comigo não valia a pena tentarem parvoeiras pois corriam o risco de um bárbara do Sul lhes estragar a brincadeira.

E vi e fotografei o nada reduzido a uma pia baptismal; a um meco sentado frente a um computador e uma cadeira em cima de mesa na capela-mor.

SAM_4403

 Depois repetiu-se o embargo em Greyfriars e aí, dei com um letreiro mais elucidativo cá fora, junto ao Bobby que há-de ter sabido preservar melhor as memórias humanas que estes curas de passerelle.

 

SAM_4494

Ainda telefonei e mandei recado ao Reverendo de treta e pude agora confirmar online até onde vai esta cruzada de destruição do sagrado em nome do negócio que as causas de cu propiciam. Marx não teria feito melhor- o mundo-às-avessas do manifesto comunista não precisa agora de proletariado para o realizar- basta-lhe a burguesia aparvalhada e consumista.

Em Saint Columba, a memória do cristianizador da Escócia é agora recordada assim.

saint columbas Edinburgh

Anunciado no facebook

———————

Site de Saint Columba’s by the Castle alternativo

An Edinburgh congregation has “come out” in support of LGBTI inclusivity (ler comentário)

Fringe lobby LGBT mailas suas palhaçadas de vaudeville