A anunciação

Virgem! filha minha
De onde vens assim
Tão suja de terra
Cheirando a jasmim
A saia com mancha
De flor carmesim
E os brincos da orelha
Fazendo tlimtlim?

Minha mãe querida
Venho do jardim
Onde a olhar para o céu
Fui, adormeci.
Quando despertei
Cheirava a jasmim
Que um anjo desfolhava
Por cima de mim…

Vinicius de Morais, Do Cancioneiro de Amigo