Recebido por e.mail (o companheiro António é um camarada campino com mestrado em “Administração Educacional” e cargo de “Director Regional” do Ministério da Educação)

Caros Companheiros

Considerando o previsto no Regulamento Interno, no que diz respeito ao vestuário e apresentação de alunos, professores e pessoal não docente, solicito a todos os Directores de Turma, que possam utilizar um pouco do tempo de Formação Cívica, para abordarem esta questão, já que o início da Primavera traz sempre um aligeirar de roupa que sabe bem e é confortável para todos.
No entanto a nossa liberdade não pode, nem deve conflituar com a liberdade dos outros e os decotes acentuados, que em alguns casos permitem que os seios das raparigas sejam uma provocação para os rapazes, provocando situações de conflito, as mini-saias que permitem ver quecas ou no caso dos rapazes, as calças agora na moda, que permitem ver as quecas, tolhem os movimentos das pernas, podem ser considerados ofensivos por alguns. Logo deverá observar-se o maior cuidado com a situação.
A Direcção já chamou alguns encarregados de educação de alunos em situação declaradamente abusiva, tendo os mesmos corrigido a situação.
No entanto é necessário a persistência, para que não se verifiquem abusos / provocações / atritos / conflitos entre os alunos
Razão pela qual se apresenta a presente solicitação.
Os alunos devem entender até que ponto podem interferir com o conforto e comodidade dos outros.
Devem ser informados que as suas atitudes, podem ter consequências desagradáveis, desde que não respeitem os outros ou possam provocar situações desconfortáveis e de conflito.
Desde já se agradece a colaboração de todos os Directores de Turma.
Continuação de um bom trabalho.
António Pina

Eu sou viciado em quecas das normais,isto é de fêmeas , fêmeas,daquelas com cheiro a alfazema, das tranparentes então…haverá algum serviço do estado que providencie apoio psicológico de desabituação?Pá apesar da idade a coisa não passa…

Comments are closed.