Quem nos diz que as chocas não podem ter a mesma sorte?

De outra forma, qual a explicação para o BCE andar a cobrar juros mais elevados a Portugal, Irlanda e Grécia, do que o próprio FMI?

E este relógio, quem é que o disciplina?

http://www.usdebtclock.org/world-debt-clock.html

Beijocas

Achas que é isso? Eles encheram-se de lixo ao comprarem o défice grego. E, antes do bailout emprestavam por tuta e meia aos bancos e depois estes é que cobravam juros olímpicos aos governos.

Mas agora andam a arrecadar. E se o BCE precisa de arrecadar, quando a liquidez escorre para a Ásia, isso pode querer dizer o quê?
.
Esta loucura da dividocracia é um mundo à matrix. E, não é improvável que nesse mundo às avessas, os monstros também colapsem. Já assistimos a outros a terem a mesma sorte.
.
Porque estes simulacros financeiros alimentam-se da economia real. Para isso é preciso que esta esteja sempre em crescimento.

Mas, as bolhas são fruto do inverso, do crescimento falso da finança que depois se abate cá em baixo e provoca recessões na economia real.

Portanto, eles não podem disciplinar nada que não tivessem andado a sugar. E o BCE pode estar à rasca.

É que também tem a função de aplicar correctivos, Querida Zaz!

Joka

Rascunho da tarde

Quem nos tramou? Não consigo deixar de pensar que alguém garantiu ao Governo que poderia endividar-se até níveis estratosféricos, pois haveria quem viesse pagar as contas. A troco de quê? Bem, já há quem esfregue as mãos com as vendas dos dedos -e dos anéis- a preço de saldo. Falo, evidentemente, das empresas públicas, e em segundo plano, do sector da saúde e da educação. Quem nos tramou? Veja-se quem é o novo grão-mestre da Maçonaria, ligado ao sector da construção e obras públicas. Analisem-se toda a complexa teia de relações entre a Maçonaria, os sionistas e outras sociedades do género (OTO, Teosofia, etc.), e a sua influência no curso da História (Teosofia e Hitler, por exemplo).

Protocolos do Sião
Foram considerados uma fraude. No entanto, uma leitura mais atentas, em pleno século XXI, fez com que eu pusesse em causa a teoria da fraude. Um dos objectivos seria a estupidificação da população. Veja-se o que está a suceder em Portugal, e em Espanha, com todo o facilitismo que tem sido implementado nos programas, a doutrinação socialista e sexual, a forma encapotada como retirou o acesso ao conhecimento à maior parte da classe média, que nada sabe de História, Filosofia ou Literatura (comparar com os programas de há 20 ou 30 anos, comparar com os manuais de décadas atrás, ver como se infantilizam as novas gerações). Ver as relações da actual Ministra da Educação com a Maçonaria.

E a coisa é assustadora. Passa-se da Maçonaria para as Nações Unidas. Para o sionismo. O que financiam, as engenharias sociais, as manipulações, o controlo da comunicação social.

Em suma, hoje deu-me para teorias da conspiração. Alguém garantiu ao Governo de Sócrates que passaríamos a ser uma província subsidiada da futura Federação Europeia. Pelo meio mete-se um plano de resgate para que se vendam os sectores de lucro garantido. O povinho é estupidificado, e daqui a vinte anos estará todo alegre a ler Paulo Coelho, a ouvir a Lady Gaga, com um canudo de licenciatura Novas Oportunidades, enquanto trabalha para as oligarquias ou é criado dos alemães. Estarei doido?

Já agora, veja isto: http://vigilantcitizen.com/sinistersites/prophetic-pillars-on-st-john-the-divine-cathedral/

http://vigilantcitizen.com/sinistersites/sinister-sites-st-john-the-divine-cathedral/

Comments are closed.