HG : E o plano das avelãs?
RB: Elas estavam no guião quatro anos antes. Gosto do som da sua colheita, o desenho das folhas e a cor.
Comentava Hervé Guilbert: «Robert Bresson diz certas palavras e não as quer ver escritas, a palavra “esquilo”, por exemplo, ou a palavra “paixão”, ou o nome próprio de um dos seus “modelos”, não, isso seria inconveniente. Não falar de si, não se colocar à frente, não fazer muita literatura, desconfiar das citações, não dizer mal dos outros»

Hervé Guibert, le Monde, 17 Maio, 1983 (cit por Jean Sémolué (Bresson)