• «Não penso que haja em nós tanta desgraça como vaidade, nem tanta malícia como loucura»

Montaigne, Ensaios.