Uma qualquer pega entre jovem economista e jovem financeiro, teve esta resposta numa caixa de comentários:

«vou dizer-lhe apenas uma coisa: não venha para aqui aborrecer-me. É que se o fizer, da próxima vez que estiver consigo pessoalmente, vai levar uma chapada nessa cara, que é aquilo que você merece

Não faço a menor ideia quem tem razão, nem quero saber- estarei sempre do lado de quem ainda se imagina capaz de mandar uma lambada na cara a um adversário de ideias.
Grave e sem remédio, é quando passam a resolver os diferendos mais mediáticos com “cumprimentos”.

Pois é bem verdade.

Mas, o que ainda acho mais piada é nos que ainda acreditam que vão dar a lambada e depois o sentido de humor é mais forte e já nem se lembram ao que iam.

“:O)))

A chapada – e, por extensão, a bengalada – é o único argumento que, não sendo racional, é um bom argumento.
Os polemistas do Séc. XIX sabiam-no bem. Nós, infelizmente, esquecêmo-lo.

Comments are closed.