Mais propriamente em formato Zen Drupal. Soa a estrangeirismo mas é mesmo assim. O nosso ilustre governo, possivelmente sob efeito das memórias do carbúnculo das choças, decidiu pagar perto de 100 mil euros, ao artista Henrique Cayatte para o artista lhes aprontar o design do portal das comemorações em curso .

A historieta foi abordada pelo José no Portadaloja e o desenvolvimento pode ser lido nuns comentários do Blasfémias, por um blogger que a desmontou. Aqui – comentários 20 e 30.

Como foi explicado por quem topou a tramóia- o artista Cayatte, como bom artista português, não fez mais nada- foi ao Drupal e sacou o template zen- à borla, que aquilo é open source.

Claro que um template zen é coisa que soa a sexo tântrico – nem precisa de mexer muito.
Daí, que o nosso artista se tenha ficado por lhe introduzir umas ligeiras alterações na cor e já está- a República que desembolse os 90 mil pintores, que nestas coisas um designer não fica atrás no preço da assinatura.

Ora, parafraseando o Groucho, nós aqui, no estaminé, temos princípios mas, para quem não goste deles, também arranjamos outros.

E o musaranho, que é danado para html e CSS, garante que é capaz de fazer rejubilar qualquer ministério, bodas de ouro de Câmara, cinquentenário de grupo parlamentar ou mesmo aniversário de fundação de inspiração laica e jacobina, por metade do preço.

Basta assobiarem que a vida é mesmo assim- temos de ser uns para os outros.

  • Adenda: Para que não restem dúvidas quanto à habilidade do portal (que por acaso até é do sapo) propomos um concurso: vamos ver quantos portais iguaizinhos e à borla, a blogosfera é capaz de criar.

  • Viva o Rei que a República já assapou!

Viva,

Mas ainda tem dúvidas? ninguém fala disto e mesmo que falasse, já entrou.

E agora? O que é que o tipo faz? Devolve o guito e diz que aquilo foi coisa de estagiário ou abotoa-se c’a narta e assobia p’ró lado ? Ajuste directo ? Como aquilo dos contentores e da Mota Engil ?
Não perca os próximos capítulos de “Há que mamar na mamalhuda república”…

Desenhou o logotipo da filactéria à BD e abotoou-se com 90 mil, quer coisa mais cool que esta?

ahahahaha

eu até tinha Enrique Cayatte por cool, fazia capas de policiais vintage na Vampiro ou Regra do Jogo ou o car…
Devia ter-se deixado estar.

Hoje um template…
Amanhã um programa partidário…
Quiçá uma Constituição.

Oh zazie… speechless, hopeless

ahahhaha

José, ninguém ligou a isto, a não ser o José.

“:O))))

Acabei de citar a citação e roubar as ilustrações…é demais! Ahahaha!

Comments are closed.