Como dizia o outro, a História repete-se- à primeira como tragédia; à segunda como farsa.

Se a gaivota roufenha ainda se lembrar de trazer Reforma Agrária, pago para assistir desta vez ao que me recusei a ver da primeira- as famosas ocupações aos porcos dos capitalistas fascistas que nos restam- os Varas primos das Kikas Caixa Geral dos Depósitos, mailos Diogos RTP; manos dos Transportes Públicos, Patrocínias com desencaroçadoras privadas; Tuxas divorciadas dos Martins da TAP mais a parentela menor dos clãs camarários e seus boys e girls com montes no Alentejo, casa de férias no Ribatejo e duplex em Azeitão. 


De peito enfunado, vão todos cantar em coro a Grândola enquanto se expropriam e ocupam mutuamente.

herois-da-revolucao-3