Afinal, parece que o kamarada jaquinzinho lá desencantou umas vergonhas que a Zazie terá largado anteriormente e que justificaram os enganos na “remexida” de hoje, em virtude das duas directas que teve de fazer para deixar num brinco as caves da bovinidade liberal .

Então não é que a desenvergonhada teve o desplante de mimar aquel@ cavalheir@ e mais uns delicados espectadores do Bulhão com impropérios como “louco varrido”, “paranóico”, “palonço”, “palerminha”, “desorelha e não atrapalhes”, “estúpido que nem uma porta”, “coño”,”imbecil napoleónico”, “mentalidade de grunho mais retardado que o mais primitivo canibal reformado que ainda exista.”

De facto, caríssimas e caríssimos leitores, pela minha parte, nem sei como me vou atrever a ficar frente ao monitor, sem temer que sobre para mim alguma rasteira de napoleão de hospício ou mordidela na perninha de pau, por canibal reformado neste antro etéreo de marmanjolas de estufa.

Mas v. parece que nem percebeu o motivo destes 2 posts. Os anteriores foram brincadeiras, porque se pode brincar dentro da “netiqueta”.

Estes nem tanto. É um facto que existem riscos maiores do que boatos e mentiras postos a correr neste meio- um deles é entrarem-lhe no computador e tentarem usar o cartão de crédito- já me aconteceu.

Mas isso não implica que se tenha de ficar calado quando a mentira até é feita por bajulice que não olha a meios- e este blogue, como sabe, não tem portas- os urls abrem-se e fecham-se e cruzam-se com muito mais gente.

Obrigada pelas palavras simpáticas e, a verdade é que nem tenho tirado grande tempo aqui para o Cocanha, nos últimos tempos.

Mas vamos lá esclarecer uma coisa. Eu não sei que blogger é v. e igualmente não me interessa nada acerca da forma como usa a internet, a blogosfera, ou os seus tempos livres.

Há quem veja televisão, há quem prefira revistas, há quem não leia jornais, há quem converse no café ou no emprego, e até pode haver quem prefira algum exercício mais solitário como tirar macacos do nariz.

Tudo isso é válido, tudo isso é vida, como diria o jingle.

Agora o que não entra no caso é eu querer convencer alguém do que quer que seja. Nem a brincar, quanto mais a sério.

E, muito menos, numa outra coisa que pode ter equiparação à conversa no intervalo para café, ou depois do almoço, ou no lanche a meio da tarde- um mero hábito de trocar conversa como quem também prefere a “leitura interactiva do jornal do dia”, da política, de assuntos que acabam por levar a ourtros- a alguma ginástica mental em directo.

É isto e é questão que não vai a voto e acerca da qual não preciso de pedir autorização para a fazer.

Nao avalio o Mexia por rakings desses, não leio o Blasfemias há anos, não tem credibilidade, emite opiniões conforme as conveniencias.

Qt ao Cocanha está na minha tabela, como um dos blogs de melhor conteudo e coerencia, desce porque, junta o Blasfemias aos assuntos maximos que aqui expoe, e sabe ke dos melhores não se espera essa pata na poça:-)

Por outro lado, nao deixa de ser curioso, que a Zazie , que tem um blog fantastico, seja inocente ao ponto de não entender que os blasfemos nao sao burros, simplesmente nao estão interessados em aceitar os seus argumentos. Quer explicar, eles nao querem ouvir e assim como pode algum dia ter razao?

Mas, como foi tão simpática a apreciação, e nós aqui nem somos vedetas, deixo-lhe a pergunta: quantos pontos desceria o Pedro Mexia se precisasse de propaganda feita pelo carapau de corrida que censurou a Zazie?

Ou outra- acaso quem nada tem a ver com arrivismos e partidarites, tem necessidade de deixar que corram mentiras e se inventem insultos inexistentes, para aparar sabujice alheia?

Tudo depende do valor da pontuação, né?

Uma descida de 5 pontos no mercado artístico é “mar flat” para surfista.

=:OP

De facto é estranho ke um blog desta categoria, um dos melhores a meu ver, passe cartuxo ao correio da manha da blogoesfera. Desceu 5 pontos o Cocanha.

Comments are closed.