Enquanto os curas de passeata andam para aí a pedir desculpa por qualquer coisinha ligeiramente pública das tradições religiosas e os pastores no casório gay; os ateus militantes legislam o mundo às avessas, no tempo que o diabo leva a esfregar o olho.

Castelo de Vide: cruzeiro existente no cemitério

Fotografia Arquivo do Norte Alentejano