Pergunta o Morgadinho da Cubata e chega à conclusão que algo não bate certo.

Os preços das coisas estão muito mais caros em relação ao nível de vida, mas as estatísticas não dizem isso.

Fica aqui a questão para qualquer expert que calhe ir de passagem.

Como ele diz :

«Se somares as taxas de inflação ou de IPC desde 2002 ate hoje, a ma media de, digamos, uns 3% ao ano, a inflação total do período não ultrapassou os 40%.

Mas uma casa subiu uns 100%, a luz uns 300%, o gás também, a gasolina uns 100%, a alimentação disparou, a restauração duplicou.

Porra, não percebo. Alguém esta a enganar o pessoal.
(…)

Epá, agora descobri algo intrigante: O INE, que faz a estatística da Inflação e IPC, mantém sob SIGILO ESTATÍSTICO o painel de artigos que figuram no IPC, bem como a lista de aglomerados populacionais e dos respectivos estabelecimentos comerciais onde os preços são recolhidos.

Tenho agora quase a certeza de que existe manipulação de resultados de IPC e Inflação em Portugal. Não me admira NADA que, dada a importância estratégica de que o IPC se reveste, que algumas entidades (públicas e privadas)tenham influenciado o andamento do cálculo do IPC.

É tudo demasiado escondido para ser verdade. Eu nem sonhava que com isto, mas a verdade é esta. Estamos a ser manipulados com dados falsos.

Fui ao BP e fiz as contas desde a adesão ao euro e tudo somado, o IPC acumulado desde 2002 até 2012 dá o valor de 23,7%.

Como pode ser pá?

Mas ninguém olha para isto?

Entao um gajo está a ser roubado e ninguém investiga o que se passa?

Pior, ninguém deu conta disto?

Porra pá.

Rb

Em Inglaterra já comecam a falar em implementar um novo indice na medida da inflacao, tendo em conta as promocoes e de que as pessoas optam sempre pelos precos mais baratos. De maneira a baixar ainda mais a “inflacao” para que o Governo nao tenha de aumentar os salarios e pensoes com os seus funcionarios. Antes da crise as casas valorizavam 10% a 15% ao ano mas com a inflacao “controlada” por volta dos 2%.

Mas há-de ser isso. É algo falsificado deliberadamente.

Sim, mas a questão é que a lista de produtos sobre os quais recai é clandestina.

E, pelas contas do morgadinho, o valor oficial é bem inferior ao aumento do custo de vida.

A medida oficial da inflacao praticada pelos Estados Unidos, Europa e em outras regioes é feita de maneira a que os Governos nao tenham de aumentar em demasia os salarios e pensoes dos seus funcionarios. Essa foi, alias, umas das razoes da crise do credito mal parado visto que os Bancos Centrais iam cortando as taxas de juro devido a inflacao ser “baixa”, despoletanto a bolha imobiliaria.

Comments are closed.