Ao que parece o Don Francisko Long Play agradou ao sexo feminino…
Assim, para satisfazer alguns pedidos, aqui vai mais uma canção mexicana por um desses heróis românticos jugoslavos dos anos 50.
Note-se que este súbito gosto pelo folclore mexicano, que acabou em pastiche, seguiu-se ao confronto entre Tito e Estaline quando os tanques de ambos os lados se confrontaram. Como alternativa ao cinema soviético, as autoridades lembraram-se de patrocinar filmes e música mexicana. Afinal de contas o México sempre falara de revolução e, acima de tudo, ficava bem longe.


My wife is talking all the time
how I just drift around
and don’t care about her
that I come home at the dawn
What can I do
when beautiful women are after me all the time
and at least one
is pulling me by the shoulder
Every morning when I return home
my wife bables to the evening
Oh, enough!
I’ll apply for divorce!

ehehehe é verdade pois. Parece que o Emilio Fernández era o grande herói lá no sítio. E depois meteram-se a cantar mexicano revolucionário, com os russos ali mesmo à porta
ahahah

“:O)))

NÃO ACREDITO! O MEXICANO CANTA EM SERVO CROATA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! ISTO É A COISA MAIS MALUCA QUE EU OUVI ATÉ HOJE!

(eu não costumo ouvir a música dos blogs mas abri uma excepção para este maravilhoso post!!!!)

Desculpa lá zazie mas esta história do filmes mexicanos e jugoslavos é maluca demais…

Não nos estás a dar tanga, pois não? :))))))))))

Comments are closed.