Coitadita da porquinha empresarial que, a bem da república da troika, vai fartar-se de ser apalpada a ver se tilinta poupanças

Pois parece que sim e, na volta, nem seria má ideia.

O que eu liguei a este post foi a tal credulidade da existência de uma porquinha mealheiro nas empresas que não podia ser usada para mais nada a não ser a tal criação de emprego.

Pelos vistos, os próprios empresários também acharam que uma porca destas era uma empata.

o sr segolène vai aproveitar a ideia

A Constituição e aquele preâmbulo são vaca sagrada

eheeh

Sim, o que o TC diz tanto serve para uma coisa como o seu contrário.

Mas, a questão é que com aumento de impostos a receita também desce porque as pessoas gastam menos.

Neste caso, a ideia que era para criar emprego parece pateta. Nenhuma empresa contrata mais gente só porque ficou com uns trocos da descida da TSU. Contrata se precisar.

Foi um puro exercisio academico. A ideia era tirar os 2 meses aos funcionarios publicos de uma forma que fosse dentro da tal lei da Senhora Constituicao. Nao resultou, vao ter que ser mais criativos. As alternativas costumam sempre ser piores. Há que esperar.

Já mudaram de ideias antes de uma pessoa entender

eheheh

Se nao é no TSU, é no IMI. Nao ha volta a dar, vao ter que encontrar uma alternativa ao chumbo do TC. Os custos das PPP vao comecar a ser (realmente) pagas a partir de 2013.

Comments are closed.