A “escardalhada” bem pode perder tempo com manifs moles contra apedrejamentos e quejandas barbáries que não serve de nada.

Como provou o Pereira Coutinho e o João Miranda, com eles a coisa fia mais fino. A ver se não mudavam logo de hábitos em apanhando com umas boas bombas nas cabeçorras.

De caminho, até libertavam as burkas; acabava-se com as excisões de clítoris e outros machismos.

Como nem Israel com a ajuda americana pode fazer tudo, os nossos bravos já se ofereceram para fazer História.

Se não acredita, veja-os aqui em treino militar.
O Coutinho é o primeiro da direita. O Miranda filmou sentado, que isto é mesmo assim- a guerra também cansa.
Mas abre o apetite

……………………………………………

Acrescento:
Para completar o ramalhete, o maluco mas sagaz do Carlos Vidal tirou a polaroid mais certeira .