Ele há cada cientista convencido que descobriu a roda.


O Hawking agora acha que foi o primeiro a lembrar-se do onanismo cósmico.
Ora ao tempo que os egípcios diziam que tudo começou com uma punheta de Atum e o resto foi auto-felatio terrena.

………..
imagens:
aqui .
————-
Acrescento (9/9)

pafúncias de tal modo mentecaptas que nem se enxergam.
Esta aqui tem a fezada que Deus há-de ser um fenómeno atmosférico que não tarda nada não só está cientificamente explicado, como ainda vamos ter previsões do seu estado de espírito no boletim meteorológico.

ò rapaz, tu não me faças perguntas biológicas, que eu de técnicas, só informática

“:OP

ó Zazie, mulher, explica-me (com um desenho, se possível) como é que o Atum bate punhetas… é cas barbatanas ou recorre a sex-toys?

um gajo aprende cada coisa na intérnéte…

Coitado, este já não se enfia em lado algum.

Mas o pior sãos os tristes que citam estas imbecilidades e as veneram religiosamente.

Estão convencidos que vão ser os cientistas a provar a inexistência de Deus.
Já os divinizam.

ehehehe
Cambada de ignaros.

O Hawkins é um bárbaro. O tolinho não deve saber o que é um mito. Nem nunca deve ter lido autores da Antiguidade. Obviamente que os religiosos cultos não tomam à letra os mitos da criação. Muitos desse textos são belos e com várias mensagens subjacentes, ocultas ao leitor comum. Enfiem o tonto numa boa faculdade de Letras durante uns tempos. Isto e formar malta que decora reacções químicas ou técnicas de análise instrumental mas que nada sabe de Humanidades… por isso defendo que devíamos voltar a ter Literatura, Filosofia ou mesmo Latim e História para todos os alunos até ao 12.º ano, e a sério!

É histórico. As imagens é que tirei de sites e esqueci-me de indicar a proveniência.

Já acrescento.

where did you find it? 😉

Comments are closed.