Parece-lhe demasiado excêntrico o toucado da baiana? Serão um autêntico disparate os chapéus do Galliano? E o que é isso ao lado do adorno dos frutos de manga das belas jovens indianas?

vimos que as mulheres bascas medievais já usavam moda mais excêntrica embora a contra-gosto.

cinocefaus

Estes vêm de muito mais longe. Das margens do Paraíso Terrestre, ou das Etiópias imaginárias das viagens fantásticas de Mandeville e quejandos.
São os cinocéfalos que andavam sempre com um boizinho na cabeça, de acordo com as histórias de Odorico de Pordenone e as habituais releituras de Mandeville.

Segundo os relatos, estes homens com cabeça de cão habitavam na Ilha de Vacuméran ou Nicumera – que deveria ser a Nicobar nas proximidades da índia. Eram boas pessoas, apesar da face canina, tinham o boi por divino, prestando-lhe tal adoração que andavam permanentemente com um talhado em outro e prata em cima da cabeça.

Cristóvão Colombo que também conhecia a lenda, mas um tanto estropiada, quando chega ao Brasil, julgando estar em idênticas paragens orientais, acrescenta que também os viu, mas confunde-o com os ciclopes. E assim, em vez de adorarem pacificamente os bois com toucados tão patuscos, tornam-se de tal modo ferozes que diz ele que até se alimentavam de carne humana: “ mal capturavam um, decapitavam-no e bebiam o seu sangue”.
Os cinocéfalos têm uma longa história de raízes orientais e um deles até acabou em santo, a quem se rezava para proteger os campos por alturas da canícula, como já se falou aqui.


No caso destes pagãos com os bovinos na cabeça, o cruzamento aproxima-se de outras figuras orientais com toucados muito idênticos. Tal é o caso dos demónios da pintura de Li Long-mien as personificações de estrelas da tripitaka budista e derivações idênticas que acabam por se infiltrar na iconografia do Ocidente no final da Idade Média.
Imagens:
1- Cármen Miranda; 2- modelo de John Galliano;3- India .Rajasthan or Madhya Pradesh, c. 850; 4 e 5- cinocéfalos de Mandeville; 6- Marte (John de Foxton, Liber cosmographiae (1385-1408); 7- Homem Zodiacal, Três Riches Heures du Duc de Berry (1410-16);8- Demónio segundo Li-Lung- mien (1081), Paris, museu Guimet ; 9 e 10- personificações das estrelas no Tripitaka budista.

Notas:
Cristóvão Colombo, 1ª Viagem, Domingo, 4 de Novembro de 1492
Bibliografia : Jurgis Baltrusaitis, Le Moyen Age Fantastique. Antiquités et Exotismes dans l’Art Gothique, Flammarion, Paris, 1981.

🙂
Beijocas

ehehe, obrigada, são coisas muito malucas

beijocas

Está excelente, Zazie 🙂
Símbolos; o simbolismo no seu apogeu.

Comments are closed.