A nata dourada do Portugal pós-moderno.
Los PPijos

Joana e João têm praticamente a casa recheada uma vez que as listas de casamento que os noivos colocaram no El Corte Inglés e na loja Paris Sete estão totalmente preenchidas, tendo nesta última loja sido aberta uma segunda lista, soube o CM, junto de alguns dos seus convidados. Joana Dias Loureiro optou para a sala por um serviço em porcelana portuguesa de design moderno, da Spal. A loiça, Gala, cujo preço de um serviço de 68 peças é de 1495 euros, tem fundo branco contando com espirais em vermelho e dourado. A lista de casamento do El Corte Inglés contava ainda com um faqueiro de prata, marca Topázio, igualmente de linhas modernas. No mobiliário, Joana optou pela loja da 24 de Julho. O design moderno e de linhas simples do mobiliário italiano da B & B e Flexform cativou o jovem casal.

OS CONVIDADOS

O Presidente da República, Jorge Sampaio, o primeiro-ministro, Durão Barroso, e o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Santana Lopes, são alguns dos muitos convidados, à ‘esquerda’ e à ‘direita’, do casamento de Joana e João. Da lista constam ainda nomes sonantes da política e da económica nacional, como os de Cavaco Silva e Mário Soares.

Foi ainda convidado o primeiro-ministro espanhol, José María Aznar, amigo do ex-ministro da Administração Interna e actual vice-presidente do Banco Português de Negócios, Dias Loureiro.

& Los Socateros

É verdade, Luís. Foi retorno garantido.

Cara Zazie

Esqueceu-se de citar a “prenda” de maior valor do Casamento que foi o “dote”. Este “dote”, ao contrário da tradição não foi pago pelo pai da noiva, mas sim pelo pai do noivo, que como não tinha o suficiente, pegou no dinheiro da Segurança Social e meteu-o em aplicações de “retorno Garantido”.

Comments are closed.